ECOMMERCE MERCADO

5 razões para reescrever descrições de fabricantes e conteúdo de comércio eletrônico

Uma das armadilhas mais comuns que vemos nos sites de comércio eletrônico é a republicação de descrições de fabricantes. É um erro compreensível. Copiar e colar algumas centenas de descrições é certamente mais rápido do que reescrevê-las. Alguns sites até usam RSS ou feeds de produtos para preencher o site, o que reduz ainda mais o tempo necessário para produzir e publicar conteúdo.

No entanto, o Google e seus visitantes não apreciarão a falta de esforço. Além disso, sua empresa e o desempenho do seu site sofrerão. Sua marca também sofrerá um impacto negativo. Abaixo estão cinco razões para reescrever seu conteúdo de comércio eletrônico ou alguém reescrevê-lo para você.

1 – Conteúdo duplicado do Google

O Google odeia conteúdo duplicado e, com anos de prática, é muito bom em reconhecer o site em que o conteúdo foi originalmente publicado. Ao usar o conteúdo do fabricante, isso significa que você corre o risco de sua página nem mesmo ser exibida nos resultados da pesquisa. Em vez disso, ele pode ser enviado para a seção de resultados omitidos das páginas de resultados dos mecanismos de pesquisa. Mesmo que sua página seja exibida com resultados, será muito mais difícil classificá-la acima do conteúdo original do que se você a tivesse reescrito.

2 – Já vimos tudo isso antes

Os visitantes do seu site também reprovam sua falta de esforço. Os consumidores modernos são bem educados. Eles sabem fazer compras e sabem procurar em vários sites que oferecem os produtos que pesquisam. Como tal, eles reconhecerão quando você simplesmente republicou o conteúdo existente. Eles inserem uma ou duas linhas na descrição do produto, a reconhecem e a consignam no fundo de sua memória. Eles certamente não se lembrarão da sua marca de forma positiva.

3 – Segmentação por palavras-chave

Reescrever o conteúdo também significa que você pode usar palavras-chave diferentes ou adicionais para a peça original. Lembre-se de que dezenas ou centenas de páginas podem ter o mesmo conteúdo, o que significa que elas também estão segmentando a mesma palavra-chave. Eles têm o mesmo conteúdo que você, o que significa que você não obterá nenhum benefício na página. Escrever suas próprias descrições significa que você pode usar frases direcionadas da pesquisa de palavras-chave e se beneficiar de palavras-chave naturais de cauda longa.

4 – Voz narrativa

Existem muitos elementos no reconhecimento da marca. Assim como o design do seu site, o uso consistente do seu logotipo, nome da empresa e outros elementos, até a voz narrativa que você usa em todas as páginas do seu site é uma consideração. Ao usar conteúdo duplicado, você renuncia ao direito de incluir sua própria voz narrativa. Reescreva o conteúdo, adicione suas próprias frases de chamariz e use sua própria voz para ajudar a promover os produtos que você está vendendo.

5 – Descrições expandidas

Os fabricantes sabem que seu conteúdo será usado por vários sites. Além de garantir que seu próprio conteúdo seja indexado primeiro, muitos reunirão apenas algumas linhas. Ao escrever seu próprio conteúdo, você pode aumentar bastante a quantidade de conteúdo que possui. Você pode expandir suas ideias, incluir perguntas frequentes e criar links para guias relevantes em seu site. De fato, ao escrever seu próprio conteúdo, você tem total liberdade editorial para fazer o que quiser.

O conteúdo original do comércio eletrônico produzirá melhores resultados do que o conteúdo duplicado. Garanta que seja de alta qualidade, tente incluir rich media, como imagens ou vídeos, e crie conteúdo melhor do que seus concorrentes (que incluem fabricantes neste momento). Você produzirá melhores resultados.



Source by Matt Jackson

Avalie-nos, este conteúdo é útil?

0 / 5 5

Author

SmartSeller Solutions

Mais do que um fornecedor que entende de tecnologia, aqui na SmartSeller Solutions transformamos e descomplicamos negócios. Somos uma fábrica de software que desenvolve produtos e soluções handmade que fazem diferença desde a primeira entrega.